sexta-feira, 29 de agosto de 2008

Esperança...

Queria hoje deixar uma mensagem de esperança a todas as pessoas que estão passando por esse processo de separção, perda. Queria dizer, para os que estão no meio do furacão, para os que têm a impressão de que suas vidas pararam no tempo e no espaço, para os que não se acham capazes de mais nada, que isso vai passar. Aos pouquinhos tudo vai tomando seu lugar, seu novo lugar, mas vai. E uma luz vai surgindo lá no finzinho do túnel. E caminhando devagarzinho essa luz vai ficando mais próxima. E, com muuuuuiiiito esfoço, com ajuda dos amigos (reais e virtuais), você vai conseguindo se sentir viva e sentir que a vida está "andando". Andando em direção à felicidade.
Hoje senti que estou andando...

Beijos e bom findi...

5 comentários:

Deize disse...

Parabéns, moça... pois parece que toda perda tem o seu período de luto e depois, a vida começa mesmo a andar. Que dia bom esse !

Beijos...

Spy_Pr disse...

faz algumas semanas q achei esse cantinho...
me sento despedaçada, pois estou a beira de uma separaç~´ao.
o que me machuca mais, é q temos um a filha de apenas 6 meses, e tenho mto medo de ter q partilha-la c ele, q não sabe cuidar, alimentar, mal fica c ela.
me sinto morrer, pois sempre achei q qdo casasse, seria "pra sempre".
estou realmente sem rumo.

Marsyah disse...

Que bom!
Fico muito feliz em saber que vc viu a luz no fim do túnel e que as coisas estão "andando".

Você vai ver, vai dar tudo certo.

Bjux!

• Älone • disse...

Bom Dia, que lindo seu Post ♥ Amei suas palavras são de uma intensidade, nunca passei por um momento tão doloroso, mas te desejo sorte, já vi várias amigas passar por isso, é um processo doloroso, mas você mesmo disse, com o tempo vai passando, e a vida vai seguindo, novos amigos, mudança no visual, barzinho com amigos, isso é essencial! Beijos e sorte em Girls

FULANA E SICRANA disse...

Olá, sempre passo por aqui, mas pouco comento, ou nunca, não lembro. Passei por isso há mais de dois anos. Dói, mas passa. Sempre fica uma feridinha.
Tive uma separação super tranquila (se é que existe isso), sem brigas, sem mágoas, somos amigos, gosto de conversar com ele, desejo as melhores coisas, como desejo a meus irmãos. Mas não nos amavamos mais, pelo menos do jeito que casais devem se amar. E tomamos a atitude certa, pros dois, sem arrependimentos. Temos uma filha, linda, que na época tinha 2 anos. Essa parte é difícil, mas foi bom para ela também. Hoje ela convive com os dois, vê os pais felizes, amigos. É impressionante como ela "tirou tudo de letra".
O mais difícil foi enfrentar meus pais, que não viam justificativas para o acontecimento, e até hoje não engolem bem.
O mais importante é sabermos que existe vida além de tudo isso, e que logo logo estaremos seguindo nossa vida.
Tudo foi importante, ele foi fundamental para eu ser a pessoa que sou hoje. Agradeço a Deus todos os dias por tudo que vivi. E por tudo que tenho vivido. Já que encontrei uma outra pessoa linda, que tem trazido ainda mais felicidade para a minha vida.
Força para todas e bola para frente.
Ah, terapia ajuda também.

Sicrana
www.notoilet.blogspot.com